.

. . . . . . . . . . . .

Os Blogger e Vídeos

Foram criados preferencialmente para a Imprensa escrita, falada e televisionada.

Leitura indispensável aos profissionais

Jornalista, Repórter, Locutores, Apresentadores, Cinegrafistas, Esportistas,

Artistas e outros Famosos.

Defesa Civil, Bombeiros, Meteorologistas, Vulcanólogos, Sismólogos,

Astrônomo, Astrólogo, Oceanógrafo.

Profissionais da Saúde, Médico, Paramédico, Assistente Social, incluindo as Religiões, os Religiosos, Sociólogos, Caridosos, e outros de ajuda Humana e Animal.

O conjunto de Sites e Blogger que compõem essa matéria

Sobre o que está acontecendo com nosso mundo, tem o conteúdo enviado pelo Astral Superior, a Providencia Divina ou se preferir, pela Mente Cósmica.

Clique no link acima, no vídeo ou no logotipo YouTube

Para assistir o Vídeo no YouTube

O assunto desse conjunto de vídeos está contido nesse site

(Com narração - legenda em 180 Idiomas)

A Elevação do Eixo da Terra



Se a pesquisa lhe conduziu até esta página, por favor, volte para o início, o documento não pode ser lido fora de ordem; poderá causar danos em seu psiquismo!




Planeta - Apocalipse - 04 de 10 - A Elevação do Eixo da Terra 



                                      
Edição melhorada e ampliada em Fevereiro de 2017.

Não prossiga sem assistir o primeiro vídeo, ele é indispensável.

Mantenha a sequência dos vídeos para um bom entendimento.

Planeta do Apocalipse - 04 de 10 - A Elevação do Eixo da Terra.



Os "juízos Finais" obedecem a modificações periódicas e se sucedem em perfeita correspondência com as Tranças de "raças raízes", que estabelecem padrões mentais e científicos nos planetas. São acontecimentos que os registros iniciáticos, do Oriente, denominam de “Pralayas”, cujos eventos se sucedem dentro da "Ronda" de cada Mundo.

É por isso que, embora a ciência oficial da terra queira afirmar a inalterabilidade do ângulo de obliquidade do eixo da Terra, poderá verificar naqueles registros Orientais que esse eixo se modifica em algumas épocas, produzindo consequências cientificamente imprevistas.

São as variações decorrentes da inclinação do eixo terrestre que produzem os períodos chamados "Pralayas", que se registram sob o determinismo científico da Lei Cármica, do orbe e dos seus habitantes.

A verticalização do eixo da terra Manifesta-se de duas formas distintas. Às vezes com certa violência, produzindo rápida modificação e acarretando um cataclismo geológico, como ocorreu na submersão da Atlântida (quando o eixo da terra inverteu seu pólo, em apenas 24 horas). E outras vezes são mais brandos, conforme nosso período atual.

Além do que consta nos "Registros Iniciáticos" do Oriente. Podem encontrar notícias da última influência sofrida pelo eixo da Terra, se percorrer os textos da Bíblia, do Talmude, de inúmeros papiros egípcios, das tábuas astronômicas da Babilônia, da Pérsia da Índia e até os calendários, astecas e maias.

Há notáveis e exatas referências a esse fenômeno, nas lendas folclóricas do México, da China, da Arábia, do Tibet e da Finlândia; nos relatos verbais ou tradições conhecidas entre os aborígines da América Central, e os remanescentes dos peles-vermelhas americanos.

Os "Livros de Bambu", dos chineses, as "Crônicas do Talmude" e o "Livro dos Reis", entre os assírios, revelam perfeita concordância conosco nas suas citações simbólicas do fenômeno de que se trata.

Os mamutes, que os vossos cientistas descobrem sob os gelos do Pólo Norte, ainda com os ventres repletos de ervas ingeridos, que cresciam a mais de 1.800 quilômetros de distância do local, são testemunhos indiscutíveis de que houve um acontecimento violento no passado.

Na realidade, a espécie mamute foi aniquilada de súbito, asfixiada pelo gás que se desprendeu na convulsão, e soterrada sob o gelo que se formou em consequência da modificação rápida do eixo da Terra.

A nova modificação no eixo terráqueo, que se iniciou recentemente, processa-se lenta e gradativamente. No primeiro caso, houve inversão dos pólos, e no caso atual, registra-se elevação do eixo.

Veja também a turbação dos astros no livro de Nostradamus, pág. 286. Lembre-se que o sol a lua e outros astros, influenciam e controlam os movimentos das marés e ainda o “psiquismo” do ser humano. O sol e a lua controlam também os climas de todo planeta, influenciam nas plantações, colheitas, e épocas de plantios, nas fazes lunares.

Citamos acima o nome Pralayas, esse é um dos assuntos mais complexos para os humanos entenderem. Mesmo assim, o editor elaborou um site sobre o assunto, e pretende elaborar um vídeo, com o título As três emanações Divinas. (ô Pai o Filho e o espírito Santo), composto de, o dia e a noite de Brama.

Encontrarão caminho na lista de sites, ou dentro de algum site, ou pesquisem na net.
 (Site as três emanações divinas).

Chegou à hora de cada um mostrar aquilo que realmente é a chance de despertar seus sentimentos nobres, e decidir se ficam encima do muro, ou se coloca a direita ou a esquerda do Cristo, que é o Amor em sua total plenitude

Quem é bom ficará sensibilizado e procurará ajudar da melhor maneira possível, quem não é ficará cada dia mais agressivo e violento; esses estarão em sintonia com as energias densas, negativas e agressivas, do Astro Higienizador.



Por todos esses motivos

Que o Astro intruso ou higienizador, ou renovador, foi chamado de Anticristo, devido suas ações serem contrarias ao amor Crístico. Confundiram com um Homem ruim perverso e poderoso, que viria montado em um cavalo para destruir tudo, e denominaram de, o 4º cavaleiro do apocalipse. Quanta maldade e ingenuidade!

Além desses nomes oficiais, a criatividade e especulações criaram outros nomes, pensando ser o terror anunciado por Nostradamus e as mitologias Sumérias

Planeta do Apocalipse, Planeta X, Nibiru, Anunnaki, Marduk, Hercólubus, e outros nomes que não conheço, e outros nomes poderão surgir. Além de nomes maliciosos que eu li.

O editor aconselha aos interessados, que pesquisem mais na Internet. Pois as origens de alguns nomes vieram de documentos fragmentados das civilizações extintas, cujos maiores pesquisadores têm dificuldades de decifrar e entender. Misturaram Planetas com Divindades.

Afirmamos que, a confiança maior na Intuição comprova sensibilidade mais evoluída; e uma penetração interior mais vigorosa no campo original da vida, sem que por isso se deva anular o esforço da pesquisa objetiva

E é o próprio Jesus que valoriza essa sensibilidade, quando diante de Tomé, adverte: "Tu creste porque viste, mas bem-aventurados os que não veem e creem". Sob esse conceito, o Mestre consagrou que o espírito que crê no “sentir”, procedendo muito ao contrário daquele que só confia no "saber“. Pois o saber sem sentir é sempre menos valioso do que o sentir sem saber!


Apenas para enriquecer esse assunto

E para não deixar ninguém na dúvida, sobre os diversos nomes que encontrou e encontrará, em vídeos e sites. O editor resolveu pesquisar um pouco, e colocou aqui, mais adiante, Porem o editor não confirma ou endossa esses nomes ou assuntos. O editor conhece muito bem sobre o assunto, e encontrou muita confusão no pouco que leu, sobre o assunto. Confundiram alhos com bugalhos.

Esse assunto e nomes só interessam aos pesquisadores da ufologia e não tem nada a ver com o assunto que veio da Mente cósmica.

A seguir, encontrarão uma pesquisa que interessará a todos os Ufólogos e pesquisadores do assunto, e todos que já conhecem a variedade de nomes não oficial, que citei!

Os parágrafos seguintes têm a sua origem da Internet

Nibiru é o nome de um corpo celeste da mitologia suméria. Segundo a cultura suméria, Nibiru é um planeta do Sistema Solar, citado no poema Enuma Elish, e associado ao deus Marduk (o protetor da cidade da Babilónia), e que acredita-se tratar do Planeta Júpiter.

Nibiru é também o nome de um hipotético planeta proposto por Zecharia Sitchin, baseando-se na ideia de que as civilizações antigas tinham feito contatos com extraterrestres, uma hipótese considerada inacreditável por cientistas e historiadores.

Segundo Zecharia Sitchin, este povo conhecia todos os planetas do sistema solar, inclusive Nibiru, um planeta lento que trafega a cada 3600 anos, junto ao Cinturão de Asteroides que fica entre Marte e Júpiter.

Os Anunnaki (também transcrito como: Anunna, Anunnaku, Ananaki, Anunnaki, Annunnakis, Annunakis e outras variações), são um grupo de divindades sumérias, conforme a mitologia.


Nota do editor: Em 1801 os cientistas encontraram um planeta anão, dentro do cinturão de asteroides, talvez seja esse o famoso Nibiru. Levem em conta que o termo anão surgiu recentemente nesse Milênio!

Tanto os Sumérios quanto os Romanos, tinham conhecimento de um planeta lento, que passa, junto ao Cinturão de Asteroides que fica entre Marte e Júpiter.

Existe certa semelhança com os dois planetas, Ceres também segue uma mitologia.

Na mitologia romana, Ceres é equivalente à deusa grega, Deméter, filha de Saturno, amante e irmã de Júpiter, irmã de Juno, Vesta, Netuno e Plutão. Ceres era a deusa das colheitas e do amor maternal. A veneração de Ceres ficou associada às classes plebeias, que dominavam o comércio de cereais.

Volte o vídeo por 2 minutos no início das pesquisas da Internet, e tirem suas próprias conclusões! Veja a semelhança com o planeta anão Ceres, que se encontra entre os asteroides do cinturão.

Nibiru, além de ser um poema, é considerado um planeta lento, que não se tem nenhuma informação de sua procedência, se pertence ou não ao sistema solar, e que acredita-se tratar do Planeta Júpiter.

Se Ceres for o famoso nibiru, então já encontraram e todo mistério está solucionado.

O nosso planeta em questão, do assunto que estamos tratando nos vídeos é outro, que não pertence ao sistema solar, e sua órbita é de 6.666 anos, e não de 3.600, conforme a mitologia dos Sumérios!

Usamos o nome Nibiru, porque é bem mais conhecido, e todas as informações sobre o Apocalipse, são canalizadas para Nibiru, devido às previsões de Nostradamus, dos Maias e outros.

O nome oficial do astro abordado nesse conjunto de vídeos é Planeta Intruso, nome esse que é pouco conhecido e poucos pesquisam com isso o editor não pôde deixar de usar o nome Nibiru, que é padrão e bem mais conhecido, para esse tipo de assunto, devido às associações erradas,

Nibiru passou a ser o Planeta oficial do apocalipse, e que esse nome é conhecido por todos os Astrônomos, Astrofísicos e Entidades Espacial (NASA, Agência espacial Europeia e outras), se o editor usar somente os inúmeros nomes oficiais o trabalho não alcançará seu objetivo.

Mantenha a sequência dos vídeos, e prossiga até o final de todos, porque em cada final dos vídeos foi colocado, partes diferentes das funções principais ou os nomes do astro em questão, e parte da animação em 3D, com sua devida tradução em legenda oculta, para os leitores que não entende o Idioma narrado aqui.

Continue essa leitura até o final, para entender a licença de republicação, ou acessar a playlist dessa série de vídeos, e veja mais informações na descrição dos vídeos.

O Rei de Terror, denominado pelo famoso vidente Francês Nostradamus: Quando afirmou em seu livro, que do Céu viria um grande Reino de terror.

O Inferno descrito na Bíblia: Por estar atraindo e aprisionando em seu núcleo aqueles que vivem em desacordo com as leis do Supremo Criador, da mesma forma que o imã atrai as limalhas de ferro.

A prisão onde ninguém jamais escapou ou escapará.

Continua em outros vídeos


Créditos

Editor e animação em 3D
Corolário

Informações
Do Astral Superior
A Mente Cósmica

Narradora virtual

Mary Byte


Imagem da Abertura
Creative Commons



Esse vídeo está sobre a licença da Creative Commons, com a opção, Atribuição Sem Derivações.

Atribuição Sem Derivações significa que esta licença permite o download e a redistribuição comercial e não comercial, desde que o trabalho seja distribuído inalterado e no seu todo, sem corte ou mixagem, com crédito atribuído ao autor desse vídeo, que é Corolário.

Atribuição de créditos, não é pagamento ao autor do vídeo, é colocar descrições em seu canal, na descrição do vídeo ou usar os recursos da empresa de seu canal.

Se não sabe como atribuir créditos, veja com o seu suporte técnico, como atribuir créditos para Corolário, ou pesquise usando o nome da empresa onde está colocando os vídeos.

Existe ainda outra licença digital, para rastrear os que fazem mau uso dos vídeos de outros.